Bibliografias

MEIO AMBIENTE E EDUCAÇÃO AMBIENTAL

 

ACKER, Francisco Van. 1996. O município e o meio ambiente na  Constituição    de 1988. Revista de Direito  Ambiental. Ed. Rev. dos Trib.  pp 97/99. 

A POLUIÇÃO E O MEIO-AMBIENTE. Revista Abril S.A. Cultural e Industrial. São Paulo, p.35-37, 1974.

ALBUQUERQUE, Roberto Cavalcanti de. "Nota Sobre o Conceito de Desenvolvimento Sustentável", INAE-RJ, 1997.

Almanaque Brasil Socioambiental – Uma Nova Perspectiva para entender a situação do Brasil e a nossa contribuição para a crise planetária. São Paulo, 2007, Ed. Gerais: Beto Ricardo e Maura Campanilli.

ASSIS, Fátima Rangel dos Santos. Produzir, consumir e preservar.  Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2000. 60 p.

ASSIS, L. F. S. de (1992). "Meio ambiente e políticas públicas". Brasília, Comissão de Defesa do Consumidor, Meio Ambiente e Minorias, Câmara dos Deputados (mimeo).

ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE TRANSPORTES PÚBLICOS-ANTP. "Transporte Humano: cidades com qualidade de vida". São Paulo: ANTP, 1997, 312p.il

BARBIERI, José Carlos. Desenvolvimento e meio ambiente: as estratégias da Agenda 21. Petrópolis: Vozes, 1997. 156 p.

BERNA, Vilmar. Como fazer educação ambiental. São Paulo: Paulus, 2001. 142 p.

BLAUTH, P. R. "Rotulagem Ambiental e Consciência Ecológica". Debates Sócio-Ambientais. São Paulo, CEDEC, ano II, nº 5, out/96 a jan/97.

BOER, N. Educação ambiental na escolaCiência & Ambiente, Santa Maria, Universidade Federal de Santa Maria, p. 91-101, jan./jun. 1994.

BONA, L.E. Educação ambiental para conscientizar pequenos cidadãosEcos: revista quadrimestral de saneamento ambiental, Porto Alegre, Prefeitura de Porto Alegre, DMAE, v. 6, n. 15, p. 34-35, jul.1999.

BRANCO, S. M. 'Meio Ambiente em Debate". São Paulo, Editora Moderna, 1988. 88p.

BRANDÃO, Zaia (org.). A crise dos paradigmas e a educação. São Paulo: Cortez Editora, 2007.

BRASIL. Ministério da Educação e do Desporto. Coordenação de Educação Ambiental. A implantação da Educação Ambiental no Brasil. Brasília,1998. 166 p.

BRASIL. Ministério do Meio Ambiente, dos Recursos Hídricos e da Amazônia Legal. "Desenvolvimento sustentável: 100 experiências brasileiras". Rio de Janeiro, 1997.

CARVALHO, Isabel Cristina de Moura. Interdisciplinaridade e Educação Ambiental. Brasília: Instituto de Pesquisas Ecológicas, 1998. 102 p.

CACLINI , Nestor Garcia. Consumidores e cidadãos: conflitos multiculturais da globalização. Rio de Janeiro: UFRJ, 1999. 292 p

CASCINO, Fábio; JACOBI, Pedro; OLIVEIRA, José Flávio. Educação, Meio Ambiente e Cidadania: reflexões e experiências. São Paulo: SEMA/CEAM, 1998. 122 p.

CASCINO, Fábio. Educação Ambiental: princípios, história, formação de professores. São Paulo: Senac, 2000. 112 p

CASTELLO BRANCO, M. L. "Industrialização no Brasil e seu impacto no meio ambiente". In: IBGE. Diagnóstico Brasil: a ocupação do território e o meio ambiente. São Paulo, IBGE, 1990.

CARVALHO, Isabel Cristina de Moura. Qual educação ambiental? : elemento para um debate sobre educação ambiental e extensao rural. Revista da EMATER. Rio Grande do Sul. -Porto Alegre : EMATER/RS, Porto Alegre, 2001. v. 2, n.2. – p. 43-51.

CARVALHO. Isabel Cristina de Moura. A invenção ecológica: narrativas e trajetórias da educação ambiental no Brasil. Porto Alegre: Editora da UFRGS, 2001. 229 p. (Coleção Novos Estudos Rurais)

CARVALHO, Isabel Cristina de Moura. Em direção ao mundo da vida: interdisciplinaridade e educação ambiental. Brasília: IPE, 1998.102p. (Cadernos de Educação Ambiental, 2)

CARVALHO, Vilson Sérgio de. Educação ambiental e desenvolvimento comunitário. Rio de Janeiro, RJ: WAK, 2002.

CAVALCANTI, Clóvis. "Sustentabilidade e Desenvolvimento: Dois Conceitos em Colisão". In: Conferência Internacional sobre desenvolvimento Sustentável - Áridas 95 (1995: Recife): Anais/Editora Paralelo 15 - Brasília, 1997.

CEMPRE. "Coleta seletiva nas escolas". Rio de Janeiro, 1993. 27p.

CEMPRE. "Compostagem: a outra metade da reciclagem". Cadernos de Reciclagem, nº 6, 1997. 30p.

CENTRO CULTURAL RIO CINE. "O Lixo pode ser um Tesouro". Rio de Janeiro, 1992.

CETEC. "Desenvolvimento metodológico para modelo de gerenciamento ambiental de bacias hidrográficas". Diagnóstico e Diretrizes para a Gestão Integrada, vol.1, p.1-84, 1995.

CETESB e DELEGACIA DE ENSINO DE NOVO HORIZONTE. "Programa Escolar de Reaproveitamento do Lixo". São Paulo, 1986.

CETESB. "Água, Lixo e Meio Ambiente". São Paulo, 1988.

CETESB. "O ar que respiramos". São Paulo, Cetesb, 1992.

 

CETESB. "Resíduos Domésticos: tratamento". São Paulo, 1990.

CIÊNCIA HOJE. "Reciclar lixo é um luxo?'. São Paulo, SBPC, vol.21, nº126, jan-fev 1996. p.28-29.

COIMBRA, José de Ávila Aguiar. O outro lado do meio ambiente. São Paulo: CETESB, 1985.

DIETZ, Lou Ann; TAMAIO, Irineu, . Aprenda fazendo : apoio aos processos de educação ambiental / Brasília : WWF Brasil, 2000.386 p.

DIAS, G. F. Atividades interdisciplinares em EA. São Paulo: Ed. Global, 1994.

DIAS, G. F. Educação Ambiental: princípios e práticas. 2. ed. São Paulo: Gaia, 1993. 400 p.

DIB-FERREIRA, Declev Reynier. As diversas visões do lixo. Dissertação de mestrado. UFF: Programa de Pós-Graduação em Ciência Ambiental, 2005.

FERNANDES, V. A natureza como sala de aula. Folha do Meio Ambiente, Brasília, Forest Cultura Viva e Promoções Ltda, v. 9, n. 86, p. 910, set.2000

GALLA, Preston. Como funciona o meio ambiente. São Paulo: Quark Books, 1998. 213 p.

GRÜN, Mauro. Ética e Educação Ambiental: a conexão necessária. São Paulo: Papirus, 1996.

GUIMARÃES, M. Educação Ambiental. Duque de Caxias: Editora UNIGRANRIO, 2000, 61p. (Coleção Temas em Meio Ambiente, n.1)

GUIMARÃES, M. Educação Ambiental: no consenso, um embate? São Paulo: Papirus, 2000.

GUIMARÃES, M. A dimensão ambiental na educação. 4. ed. São Paulo: Papirus, 2001.

GUTIÉRREZ, Francisco; PRADO, Cruz. Ecopedagogia e cidadania planetária. São Paulo: Cortez; Instituto Paulo Freire, 1999. 128 p.

HELENE, Maria Elisa Marcondes, Beatriz e Marcondes. Evolução e biodiversidade: o que nós temos com isso? São Paulo: Scipione, 1996. 64 p.

IBAMA. Educação para um futuro sustentável: uma visão transdisciplinar para ações compartilhadas / UNESCO. Brasília: Ed. IBAMA, 1999. 118 p.

JACOBI, Pedro (org.). Ciência ambiental: os desafios da interdisciplinaridade. São Paulo: Annablume, 2000. 388 p.

ISAIA, Enise Bezerra Ito (org). Reflexões e práticas para desenvolver a educação ambiental na escola. Santa Maria: Ed. IBAMA, 2000. 998 p.

LAYRARGUES, Philippe Pomier (coord.). Identidades da Educação Ambiental Brasileira. Brasília: Ministério do Meio Ambiente, 2004.

LEGGET, Jeremy (org.). Aquecimento global. Rio de Janeiro: Fundação Getúlio Vargas, 1990. 516 p.

LIMA, Luiz M. Queiroz. Lixo: tratamento e reciclagem. São Paulo: Hemus, 1998. 244 P.

MATO GROSSO DO SUL. Secretaria de Estado do Meio Ambiente. Manual de Educação Ambiental: textos e atividades de apoio. Campo Grande, 1996. 56p.

MEDINA, N.M.; SANTOS, E. da C. Educação ambiental: uma metodologia participativa de formação. Petrópolis: Vozes, 2000. 231p.

MELLO, Nelson e Souza. Educação Ambiental: dilemas da prática contemporânea. Rio de Janeiro: Thex, 2000. 282 p

MULLER, J. Educação Ambiental: diretrizes para a pratica pedagógica. Porto Alegre: FAMURS, 1998. 146p.

PADUA, S.; TABANEZ, M. (orgs.). Educação Ambiental: caminhos trilhados no Brasil. Brasília: IPE/FMNA, 1997. 283 p.

PENTEADO, H. Meio Ambiente e formação de professores. São Paulo: Cortez Editora, 1994. 120 p.

PMCG – Prefeitura Municipal de Campo Grande. Guia Pedagógico de Resíduos Sólidos. 2012

QUINTAS, José da Silva (org.) Pensando e praticando a educação na gestão do meio ambiente.Brasília: IBAMA, 2000. 161 p.

REIGOTA, M. O que é educação ambiental? São Paulo:, Brasiliense, 1994. 62 p. (Coleção Primeiros Passos, n. 292)

REIGOTA, Marcos A Floresta e a Escola – por uma educação ambiental pós-moderna. São Paulo: Cortez, 1999. 167 p.

SANTOS, Antônio Silveira R. dos. 1995. A biodiversidade da terra e o  desenvolvimento sustentável. Rev. dos Trib. 716/ SILVA, José Afonso da. 1995. Direito Ambiental Constitucional. Ed. Malheiros, 2º ed. pp 52-53.

SANTOS, José Eduardo; SATO, Michèle. A contribuição da Educação Ambiental à esperança de Pandora. São Carlos: Rima, 2001. 595 p.

SCARLATO, Francisco Capuano, PONTIN, Joel Arnaldo. Do nicho ao lixo: ambiente, sociedade e educação. São Paulo: Atual, 1992. 117 p.

SEGURA, Denise de Souza Baena. A Educação Ambiental na escola pública. São Paulo: Anablume, 2001.

SIMÕES, Heitor e CALVIS, Mara. Lixo no Lugar Certo, Planeta Vivo e Esperto. Fortaleza: Smille. 2009

SISINMO, Cristina Lúcia Silveira, OLIVEIRA, Rosália Maria de (orgs.). Resíduos sólidos, ambiente e saúde. Rio de Janeiro: Fiocruz, 2000. 142 p.

TANNER, T. Educação Ambiental. São Paulo: Summus/EDUSP, 1978. 158 p.

TRAJBER, Rachel; MANZOCHI, Lucia Helena, . Avaliando a educação ambiental no Brasil : materiais impressos / São Paulo : Gaia, 1996.226 p

TRIGUEIRO, André. Espiritismo e Ecologia. Rio de Janeiro: FED. 2010. 2ª edição. 148p.

UNGER,  Nancy Mangabeira (org.). Fundamentos filosóficos do pensamento ecológico São Paulo: Loyola, 1992. 112 p

VERNIER, Jacques. O meio ambiente. Campinas: Papirus, 2000. 132 p

VIANA, Aurélio et alli. Educação ambiental: uma abordagem pedagógica dos temas da atualidade. São Paulo: Cedi, 1992.

VIEIRA, Liszt, BREDARIOL, Celso. Cidadania e política ambiental. Rio de Janeiro: Record, 1998. 171 p.

VIOLA, Eduardo e outros. Meio ambiente, desenvolvimento e cidadania: desafios para as Ciências Sociais. São Paulo: Cortez, 1995. 224 p.

YUS, Rafael. Temas transversais: em busca de uma nova escola. São Paulo: Artes Médicas, 1998. 234 p.

ZEPPONE, Rosimeire M.O. Educação Ambiental: teorias e práticas escolares. Araraquara: JM Ed., 1999. 150 p.

WILSON, Edward. Diversidade da vida. São Paulo: Companhia das Letras, 1994. 447 p

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

RESÍDUOS SÓLIDOS

 

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. Resíduos Sólidos - Classificação. Citação: NBR- 10.004 /ago. 2004. Rio de Janeiro: ABNT, 2004.

 

BRASIL. Lei n. 12.305, de 2 de agosto de 2010. Institui a Política Nacional de Resíduos Sólidos; altera a Lei n. 9.605, de 12 de fevereiro de 1998; e dá outras providências. Brasília, 2010.

______. Resolução CONAMA n. 416/2009. Dispõe sobre a prevenção à degradação ambiental causada por pneus inservíveis e sua destinação ambientalmente adequada, e dá outras providências. Data da legislação: 30/09/2009 - Publicação DOU n. 188, de 01/10/2009, págs. 64-65.

______. Resolução CONAMA n. 401, de 4 de novembro de 2008. Estabelece os limites máximos de chumbo, cádmio e mercúrio para pilhas e baterias comercializadas no território nacional e os critérios e padrões para o seu gerenciamento ambientalmente adequado, e dá outras providências. Data da legislação: 04/11/2008 - Publicação DOU nº 215, de 05/11/2008, págs. 108-109.

 

______. Resolução CONAMA n. 275 de 25 de abril 2001. Estabelece o código de cores para os diferentes tipos de resíduos a ser adotado na identificação de coletores e transportadores, bem como nas campanhas informativas para a coleta seletiva. Diário Oficial da União n. 117, de 19 de julho de 2001, seção 1, página 80. Brasília, 2001.

 

CEMPRE – Compromisso Empresarial para Reciclagem. Cadernos de Reciclagem 3 – Coleta Seletiva nas Escolas. Rio de Janeiro, 1993.

 

______. Guia da Coleta Seletiva de Lixo. São Paulo, 1999.

 

CONSUMERS INTERNATIONAL/ MMA/MEC/IDEC. Consumo Sustentável: Manual de Educação. Brasília, 2005.

 

DASHEFSKY, H. Steven. Dicionário de Ciência Ambiental. São Paulo, Editora Gaia, 1977.

 

EPE – Empresa de Pesquisa Energética. Avaliação Preliminar do Aproveitamento Energético dos Resíduos Sólidos Urbanos de Campo Grande, MS. Rio de Janeiro: EPE, 2008.

 

LOPES, Ignez Vidigal (coord). O Mecanismo de Desenvolvimento Limpo - MDL: guia de orientação. Rio de Janeiro: Fundação Getúlio Vargas, 2002.

 

KUHNEN, Ariane. Reciclando o cotidiano: representações sociais do lixo. Ilha de Santa Catarina, Letras Contemporâneas, 1995.

 

MACHADO, Vera de Mattos (coord). Catálogo de Educação Ambiental – Sugestões para o Professor. Secretaria Municipal de Educação de Campo Grande-MS, 2008.

 

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE. Vocabulário Básico de Recursos Naturais e Meio Ambiente. 2ª edição. Rio de Janeiro, 2004.

 

 

Instituto Municipal de Planejamento Urbano - PLANURB. Perfil Socioeconômico de

Campo Grande. 16 ed. rev. Campo Grande, 2009.

 

ORMOND, José Geraldo Pacheco. Glossário de termos usados em atividades

agropecuárias, florestais e ciências ambientais. Rio de Janeiro: BNDES, 3ª ed. 2006.

 

GUIA PEDAGÓGICO DE RESÍDUOS SÓLIDOS Prefeitura Municipal de Campo Grande – PMCG. Programa de Coleta Seletiva. Campo Grande: SEMADUR/PMCG, 2010.

 

__________________________________. Lei Municipal n. 4.818, de 19 de março de 2010. Dispõe sobre a incorporação de borrachas de pneus inservíveis em revestimentos asfálticos de pavimentos e concretos não estruturais.

 

__________________________________. Lei 3.042, de 9 de maio de 1994. Dispõe sobre a coleta seletiva, reciclagem e destino final do lixo. PMCG, 1994.

 

SÃO PAULO (Estado). Secretaria do Meio Ambiente. Coordenadoria de Educação Ambiental. Guia Pedagógico do Lixo. São Paulo. 1998.

 

___________________. Secretaria do Meio Ambiente do Estado de São Paulo. Coleta Seletiva. São Paulo, 2008.

 

TRSAMBIENTAL. Relatório Final de Implantação do Piloto de Coleta Seletiva de Porta em Porta em Campo Grande. Relatório. 2008.

 

 

 

 

Sugestões de sites

 

 

http://aprenderbrincando.no.sapo.pt/tipos_de_poluicao.htm

http://guiadoestudante.abril.com.br

http://portaldaradiologia.com/?p=1422

http://reciclandooplaneta.webnode.com.br/reciclagem/lixo/problemas-gerados-pelo-lixo/

http://reciclandoplaneta.blogspot.com.br/p/reciclagem.html

http://revistacrescer.globo.com/Revista/Crescer/0,,EMI285839-17334,00.html

http://sobrelixo.awardspace.com

http://www.aquarelladesentupidora.com.br/blog/10-tipos-poluicao-desentupidoras/

http://www.aquarelladesentupidora.com.br/blog/10-tipos-poluicao-desentupidoras/

http://www.cempre.org.br  

http://www.ecodesenvolvimento.org/posts/2012/julho/ecod-lista-filmes-educativos-infantis

http://www.educacao.cc/ambiental/problemas-causados-pelo-lixo-na-agua-solo-e-saude/

http://www.greenpeace.org.br/nuclear/cesio/flash_cesio.html

http://www.infoescola.com/ecologia/residuos-solidos/

http://www.institutogea.org.br

http://www.inxinet.com/2008/06/29/tres-rs-reduzir-reutilizar-e-reciclar/

http://www.limpabrasil.com/site/origem-e-tipos-de-lixo-2/

http://www.maoparaofuturo.org.br/coleta-seletiva/vantagens-da-coleta-seletiva/

http://www.mma.gov.br/cidades-sustentaveis/residuos-solidos/catadores-de-materiais-reciclaveis/reciclagem-e-reaproveitamento

http://www.mppublicidade.com.br/separeseulixo/?pagina=4

http://www.mundoeducacao.com.br/geografia/os-problemas-provocados-pelo-lixo.htm
http://www.institutogea.org.br/oproblemadolixo.html

http://www.mundojovem.com.br

http://www.portalsaofrancisco.com.br

http://www.rc.unesp.br/igce/aplicada/ead/residuos/res07.html

http://www.reciclaveis.com.br

http://www.separeolixo.gov.br/

http://www.sindiconet.com.br/6856/Informese/Coleta-Seletiva/Duvidas-frequentes-sobre-coleta-seletiva

http://www.sindiconet.com.br/6858/Informese/Coleta-Seletiva/Retirada-do-material-gerado-pela-coleta-seletiva

http://www.uenf.br/uenf/centros/cct/qambiental/ag_tipoluicao.html

http://www.youtube.com/mmeioambiente

http://www2.joinville.udesc.br/~coletaseletiva/banners.html

http://www3.poli.usp.br/pt/a-poli/comissoes/comissao-poli-usp-recicla/2011-05-26-14-51-46/o-que-e-e-o-que-nao-e-reciclavel.html

www. brasilescola.com/geografia/glossario-ambiental.htm

www. eco.ib.usp.br

www. inema.com.br

www.5elementos.org.br

www.ambientebrasil.com.br

www.autimaarcadence.com/lixo.htm

 www.bakuara.com

www.bbvirt.futuro.usp.br/videos/lixo_e_cidadania

www.campogranderecicla.com.br

www.canalkids.com.br/meioambiente/planetaempeigo/polusolo2.htm

www.catasampa.org  

www.cempre.org.br

www.cenedcursos.com.br 

www.ciclovivo.com.br

www.compam.com.br

www.consciencia.br

www.ecodebate.com.br

www.ecolegal.com.br

www.ecolmeia.com

www.faber-castell.com.br

www.facom.ufba.br

www.falandoecuidandodoplaneta.blogspot.com

www.fbb.org.br/portal/pages/publico/expandir.fbbb?codConteudoLog=4807

www.fgaia.org.br

www.franquiasolidaria.com.br

www.freeway.tur.br

www.fundep.ufmg.br

www.greenpeace.org.br 

www.guiabioagri.com.br

www.ib.usp.br

www.ibama.gov.br

www.implanta.eng.br

www.institutomuda.com.br

www.lixo.com.br

www.mma.org.br

www.mundosustentavel.com.br

www.natbrasil.org.br/dicas.htm 

www.pontoterra.org.br

www.portaldomeioambiente.org.br 

www.portalga.ca.ufrgs.br/acervo/cartilha_lixo.ppt

www.pucpr.br

www.reclicagem.com.br

www.setorreciclagem.com.br

www.socioambiental.org 

www.ufrrj.br

www.ufrrj.br/institutos/it/de/acidentes/lixo.htm

www.ufv.br/Pcd/Reciclar/lixo_brasil.htm

www.uniagua.org.br

www.vega.com.br

www.vestibular1.com.br

 

 

 

 

 

 

 

SUGESTÕES DE FILMES

 

WALL-E

Independence Day

A era da Estupidez

Lixo Extraordinário

Avatar

História das coisas

A Ilha das Flores

Terra

A Última Hora

Home – Nosso Planeta, Nossa Casa

Uma Verdade Inconveniente

O Planeta

Meio Ambiente Poluído

Mãe Terra, o que deixaremos para nossos filhos?

As Quatro Ecologias

Amazônia em Chamas

Água, Vida e Cidadania

Madagascar

Procurando Nemo

A Era do Gelo I, II e III

Lucas, Um intruso no Formigueiro

Horton e o Mundo dos Quem

Nas Asas do Condor

Instinto Animal

Pajerama

2012



Galeria de Imagens

Bibliografias